Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Évora: Kemet Electronics despede metade dos trabalhadores

28.11.12 | barak

A fábrica de Évora da multinacional norte-americana Kemet Electronics vai avançar com o despedimento coletivo de cerca de metade dos trabalhadores, num total de 154, e a deslocalização da produção para o México, revelou fonte sindical citada pela Lusa. 

«A administração reuniu-se ontem [segunda-feira] connosco e comunicou-nos que ia proceder ao despedimento coletivo de 154 trabalhadores», disse à agência Lusa Hugo Fernandes, delegado sindical e dirigente do Sindicato das Indústrias Elétricas do Sul e Ilhas (SIESI).

Contactada pela Lusa, a administração da empresa escusou-se prestar qualquer informação. 

Segundo o sindicalista, a administração da Kemet Electronics informou na segunda-feira uma comissão sindical do SIESI que ia avançar com a reestruturação da fábrica de Évora, iniciando o processo de despedimento coletivo a 04 de dezembro.

A reestruturação da unidade fabril, disse, envolve a «deslocalização da produção de condensadores de tântalo para o México» e a instalação de uma linha de «produção de condensadores eletrolíticos», proveniente de uma unidade em Inglaterra.

Estas alterações «não absorvem a totalidade do capital humano da empresa. Dizem que têm gente a mais e que vão ter que despedir pessoas», indicou Hugo Fernandes, citando a administração da empresa.

O dirigente sindical realçou que o SIESI marcou plenários de trabalhadores para os dias 03 e a 04 de dezembro.

A fábrica de Évora da Kemet Electronics, que emprega cerca de 320 trabalhadores, produz condensadores de tântalo para telemóveis e para a indústria automóvel.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.