Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Poesia portuguesa e brasileira "à solta" em Évora em recital nos dias 13 e 14

05.10.12 | barak

A poesia de vários poetas portugueses e brasileiros, como Fernando Pessoa ou Adélia Prado, vai “andar à solta” no Fórum Eugénio de Almeida, em Évora, nos próximos dias 13 e 14, no espetáculo “Recital à Brasileira”.

Integrada no Ano do Brasil em Portugal e com o apoio da Fundação Eugénio de Almeida, de Évora, trata-se de uma iniciativa da Companhia da Outra, projeto criado pela atriz brasileira Elisa Lucinda.

O espetáculo é baseado na poesia de vários autores portugueses e brasileiros, com destaque para a obra de Fernando Pessoa e seus heterónimos.

Os poemas, assegurou hoje a Fundação Eugénio de Almeida (FEA), vão ganhar “uma inesperada vitalidade no corpo e na voz” das duas atrizes brasileiras que protagonizam o recital, Elisa Lucinda e Geovana Pires.

“A atriz e encenadora Geovana Pires forma com Elisa Lucinda uma dupla emotiva, que revela parte da dor e do humor do poeta que tinha na língua portuguesa a sua pátria”, realçou a organização, aludindo a Fernando Pessoa.

Adélia Prado, Manuel Alegre, Adília Lopes, António Vieira, José Régio e Mia Couto são outros dos poetas portugueses e brasileiros que as atrizes vão declamar.

Há mais de uma década que Elisa Lucinda, igualmente poeta e fundadora da estrutura Casa Poema, sede da Escola Lucinda de Poesia Viva, no Rio de Janeiro, ensina e diz poesia “de uma forma viva e coloquial, renunciando à tradicional declamação poética”, segundo a FEA.

Para a secretária-geral da FEA, Maria do Céu Ramos, esta é “uma oportunidade única para dar a conhecer um pouco mais da cultura brasileira, bem como redescobrir os fortes vínculos que juntam dois países irmãos, com mais de cinco séculos de relação”.

“Além da língua que nos une, bem como dos laços históricos, sociais e económicos, este é, sem dúvida, o ano que celebra duas culturas” e “a diversidade de dois países”, sublinhou.

No dia 13, o “Recital à Brasileira” está marcado para as 21:30, enquanto, no dia seguinte, acontece às 18:00.