Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Évora: Trabalhadores da RTS protestam contra ordenados e subsídios em atraso

01.10.12 | barak
Os trabalhadores da empresa RTS concentraram-se esta manhã junto às instalações de Évora da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

Em causa, segundo o coordenador da União de Sindicatos, Valter Lóios, está o atraso no pagamento de salários e subsídios.

Os trabalhadores da RTS, de Montemor-o-Novo, a ex-Prédiana de Évora, têm dois meses de salários em atraso e os subsídios de Natal e de férias em atraso”, adiantou à DianaFm o sindicalista.

Valter Lóios explicou que os operários “deslocaram-se à ACT para reivindicar desta instâncias o desenvolvimento todos os mecanismos para obrigar o patrão da empresa a não estar com esta ilegalidade de ordenados em atraso”.

A empresa RTS, com unidades em Montemor-o-Novo e Beja, pertence ao empresário João Paulo Ramôa, ex-governador-civil de Beja e recém-nomeado coordenador do Aeroporto de Beja.

Os trabalhadores não foram hoje recebidos pela ACT, tendo sido marcada para amanhã uma reunião entre trabalhadores e a entidade.