Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Reestruturação da oferta hospitalar avança

18.07.12 | barak

"O Governo terá de ter, até ao final do ano, um plano específico sobre a reorganização da oferta hospitalar e nessa reorganização está a da urgência hospitalar, mas também os serviços de atendimento permanente", adiantou o governante.

De acordo com Manuel Teixeira, "o memorando da 'troika' exige que, no final do quarto trimestre, tem de haver um plano aprovado" sobre a reestruturação da oferta hospitalar.

A Comissão de Reavaliação da Rede Nacional de Emergência e Urgência prevê o encerramento de 16 serviços de urgência classificados enquanto tal num despacho de 2008.

A lista inclui serviços de urgência em Valongo, Oliveira de Azeméis, Idanha-a-Nova, Tomar, Montemor-o-Novo, Estremoz, Serpa, Lagos, Loulé, Macedo de Cavaleiros, Fafe, Santo Tirso, Peniche, Agualva-Cacém, Montijo e Lisboa (Hospital Curry Cabral, cujo encerramento já se efectivou).

Escusando-se a comentar eventuais encerramentos de urgências, Manuel Teixeira sublinhou que o que existe, "até agora, são estudos técnicos que ajudam à decisão" do Governo.

"Aquele grupo de peritos, de acordo com a análise que fez, dá um conselho e o Governo, perante as várias opiniões técnicas que têm sido elaboradas, tem de decidir", realçou.

Relativamente aos critérios utilizados, Manuel Teixeira não se alongou, referindo apenas que "a metodologia utilizada foi desde as distâncias à rede de referenciação".

Na proposta entregue ao ministro Paulo Macedo, que foi finalizada em Fevereiro mas só agora divulgada, sugere-se também a redução de valências de algumas urgências.

Assim, pelas contas desta comissão ficam a funcionar como urgência 73 pontos no país: 10 urgências polivalentes (as mais completas), 29 de urgência médico-cirúrgica e 34 de urgência básica.

O secretário de Estado da Saúde divulgou estas informações, aquando da sua visita ao Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), depois de assistir a uma consulta por telemedicina e de proceder ao lançamento do acesso das instituições de saúde do Alentejo à Plataforma de Dados de Saúde.