Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Empresa que procura ouro em Évora quer explorar outras zonas do Alentejo

12.07.12 | barak

A empresa canadiana Colt Resources entregou um requerimento à Direção-Geral de Energia e Geologia a pedir autorização para a prospeção de ouro e outros metais numa área superior a 600 quilómetros quadrados em Borba, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal, Redondo e Elvas. 

O pedido empresa, que atualmente já desenvolve prospecções de ouro na zona de Évora foi publicado na sexta-feira em Diário da República e pode ser consultado na Direção de Serviços de Minas e Pedreiras da DGEG ou no site deste organismo, podendo os interessados apresentar reclamações ou manifestarem preferência no prazo de 30 dias.

Segundo a estimativa da empresa independente SRK Consulting, o teor médio de ouro é de 1,57 gramas por tonelada em dois depósitos da concessão da Boa Fé, perto de Évora, o que implica a existência de 214 mil onças (seis toneladas) de ouro.