Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Évora: Escultura na Cidade já tem dinheiro para celebrar os 30 anos do Simpósio Internacional de Escultura

26.08.11 | barak

Em 1981 a cidade de Évora foi invadida por artistas de todo o mundo. Eram escultores e participavam no Simpósio Internacional de Escultura de Évora.

Dezenas de obras foram instaladas em espaços públicos, tornando-se verdadeiros ícones desses locais, como “O beijo”, no Jardim Diana, numa clara alusão aos jovens que se encontravam naquele local para namorar. Uma verdadeira provocação à sociedade de uma cidade do interior do país. Passados 30 anos, o escultor João Cutileiro, em colaboração com outros artistas, pretendiam celebrar essa iniciativa. A esperança já estava quase morta, até que o financiamento foi aprovado.

O escultor espera um “refrescamento” do que foi criado há três décadas.

Este “refrescamento” passa por diversas inicitivas que irão acontecer a partir de Novembro, revelou à DianaFm o Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo.

Entre elas estão um colóquio internacional e oficinas para escultores e arquitetos.

Ceia da Silva espera que a ”Escultura na Cidade” seja tão marcante para a região como o simpósio de 1981. Exemplo disso é, novamente, a instalação das obras produzidas em diversos locais públicos de Évora e de outras localidades do Alentejo.