Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Município de Évora aguarda inquérito para decidir se embarga obra

26.08.11 | barak

O presidente do Município de Évora, José Ernesto Oliveira, lamentou, quarta-feira, a morte de um trabalhador no desabamento de uma barreira de terra numa empreitada da cidade, garantindo que, para já, a obra não vai ser embargada.

 
foto LUÍS PARDAL/GLOBAL IMAGENS
Município de Évora aguarda inquérito para decidir se embarga obra
 
 

"Primeiro que tudo, quero lamentar o acidente. É sempre muito desagradável e muito triste a morte de um trabalhador", disse o autarca, contactado pela Agência Lusa.

Questionado sobre se a câmara municipal poderá adoptar algumas medidas, na sequência do acidente, nomeadamente o embargo da obra, José Ernesto Oliveira assegurou que, para já, o município vai ter "uma atitude expectante".

"Com certeza que o incidente vai ter um inquérito. Vamos ver quais foram as causas do mesmo", frisou.

Lembrando que "há entidades próprias" para apurar as circunstâncias da derrocada de terra, o autarca disse que, "no caso de existirem responsabilidades, haverá situações de punição que irão ser aplicadas".

"Neste momento, não temos razão para qualquer atitude de embargo em relação à obra. Vamos esperar que as entidades competentes façam o seu trabalho" e apresentem "as conclusões de inquérito", sublinhou.