Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

TGV-Indemnização de 150 milhões

29.06.11 | barak

A suspensão do projeto de Alta Velocidade poderá custar ao Estado português a quantia de 150 milhões de euros. È este o valor do investimento já feito pelo consórcio Elos, liderado pela Soares da Costa e pela Brisa.

Fonte ligada à negociação citada pela agência Lusa explica que face a esta decisão do executivo de Pedro Passos Coelho e uma vez que o Tribunal de Contas não apresentou o visto prévio para que o projeto pudesse avançar" o consórcio não pode invocar custos cessantes", uma vez que a obra não se concretizou, pelo que cada uma das empresas que o integram "só têm direito ao dinheiro que investiram (custos incorridos)".

Até ao momento, e perante a ausência do visto, o investimento do consórcio traduz-se em "investimentos financeiros em projetos e anteprojetos", destinados à construção 167 quilómetros em alta velocidade e a 92 quilómetros de comboios normais, explicou.

No final de 2010, o consórcio Elos tinha já investido 100 milhões de euros neste projeto, valor que se elevou para 150 milhões de euros no final do primeiro trimestre deste ano

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.