Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

AS LARANJAS TÊM SUMO!

28.06.11 | barak

Encontro

29 Junho, 20.30h

Horta das Laranjeiras, Feira de S. João, Évora


A relação entre o município de Évora e a generalidade dos agentes culturais da cidade, encontra-se numa fase muito difícil 
desde 2009: pela indefinição de critérios, falta de cumprimento com os compromissos assumidos, e atraso nos pagamentos contratualizados.

 

Ponto da situação actual:

referente a 2009: a maioria dos agentes culturais ainda não recebeu os subsídios protocolados;

Referente a 2010: nenhum dos protocolos de subsídio anteriormente estabelecidos foi cumprido, nem se fizeram novos protocolos, nem pagos (naturalmente). Desde o início de 2010 que a Plataforma Cultura Évora solicita reuniões para resolver este problema, e não houve nunca qualquer resposta do executivo camarário.

Alguns agentes culturais (uma minoria) contratualizaram com a Câmara Municipal um financiamento ao abrigo do InAlentejo, não estando estes financiamentos pagos na totalidade.

Referente a 2011: os agentes culturais continuam a aguardar que o regulamento de atribuição de subsídios à actividade cultural entre em vigor.

 

O dia da cidade (29 de Junho) é o dia certo para afirmar que não nos conformamos com o esvaziamento cultural da cidade Património Mundial.

CULTURA = CIDADANIA é uma laranja cheia de sumo que não nos deixaram plantar na horta das laranjeiras no dia de inauguração da feira de s. joão (Évora), porque “feria o património”.

 

Plataforma Cultura Évora