Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Livros: Câmara de Évora abre livraria municipal com mais de 120 publicações

29.04.11 | barak

Mais de 120 publicações editadas ou apoiadas pela Câmara de Évorae outros objetos do município, como medalhas comemorativas, postais e CD’s, vão passar a estar à venda, a partir de segunda-feira, na Livraria Municipal.

O novo espaço, a inaugurar hoje, que só abre ao público na próxima semana, integra o Núcleo de Documentação da autarquia e vai funcionar no rés do chão do edifício dos Paços do Concelho, em pleno centro histórico de Évora.
“As nossas publicações estão à venda no posto de turismo, mas aquele serviço não tem a capacidade de armazenamento que tem o Núcleo de Documentação”, explicou hoje a vereadora da Cultura, Cláudia Sousa Pereira.
De acordo com a autarca, este núcleo “já efetuava atendimento ao público, prestando aconselhamento e orientação na pesquisa de documentação”, sendo “muito usado por investigadores e por pessoas de fora que procuram informação sobre o concelho e a cidade”.
Por isso, acrescentou, para criação da Livraria Municipal, “foi só aproveitar a reorganização do espaço”. O Núcleo de Documentação é uma biblioteca especializada em História e Património Locais e um centro de apoio à investigação, a nível interno e externo ao município.
Além disso, é também responsável pela edição de algumas publicações da autarquia, como é o caso do Boletim Cultural “A Cidade de Évora”.
Na nova Livraria Municipal, a par da venda de livros, vai também ser possível adquirir outros objetos do município, como postais, medalhas comemorativas, CD’s e DVD’s.
Tanto uns como outros, segundo o município, vão passar a estar disponíveis para visualização na página de Internet da autarquia.
O Núcleo de Documentação vai ainda aproveitar a cerimónia de inauguração da livraria para apresentar o novo projeto “Gira-Livros”, que consiste na receção e oferta de livros à população.
“Ao longo destes anos, foram feitas muitas doações de livros, por isso, o núcleo entendeu disponibilizar, gratuitamente, um serviço de banco de livros, que funcionará no espaço da livraria”, adiantou Cláudia Sousa Pereira.
O Núcleo de Documentação aceita doações de livros, particulares ou de outra natureza, de volumes individuais ou coleções, e procede ao seu acondicionamento e posterior oferta de forma gratuita.
“São aceites todos os géneros e temas de livros que ainda estejam em bom estado de conservação, excetuando manuais escolares”, explicou a vereadora.