Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Negócios da energia trazem Carlos e Camilla a Portugal

29.03.11 | barak

As energias renováveis vão marcar a visita oficial de três dias do príncipe de Gales e da duquesa da Cornualha ao nosso país. Hoje, o príncipe Carlos visita o projecto-piloto da EDP em Évora, o InovGrid, que envolve a instalação de 31 mil contadores inteligentes que permitem a comunicação, em tempo real, entre os clientes e a empresa.

 

A escolha da EDP não é inocente. Com efeito, a eléctrica portuguesa, através da sua subsidiária EDP Renováveis, foi contemplada pela coroa britânica com uma área no âmbito das adjudicações do concurso UK Round 3 para o desenvolvimento de parques eólicos offshore na Escócia.

O negócio foi decidido em 2010 pela Crown State (entidade que gere as propriedades da coroa inglesa), que escolheu, entre outras companhias, um consórcio liderado pela EDP Renováveis. O projecto representa um investimento de cerca de quatro mil milhões de euros num parque eólico de 520 km2 na costa nordeste da Escócia, com uma capacidade instalada de 1,3 GW, suficiente para fornecer energia a 730 mil lares.

Para além da EDP, o príncipe Carlos visitará a empresa Vitacress, um investimento inglês no nosso país que se dedica ao cultivo orgânico de vegetais, em especial tomates, e que é o maior fornecedor daquele tipo de produtos no Reino Unido. Nas instalações de 130 mil m2 em Alcochete, a Vitacress produz várias espécies de tomates durante todo o ano, exportando a quase totalidade da sua produção para o Reino Unido.

Carlos e Camilla não se deverão encontrar com nenhum representante do Ministério da Economia nem da AICEP.

No entanto, o príncipe Carlos deverá estar presente numa cerimónia da Câmara de Comércio Luso-Britânica, onde serão abordadas as relações comerciais entre os dois países que, segundo dados da AICEP, têm um balanço negativo para Portugal superior a 96,5 milhões de euros.

Com efeito, nos últimos dois anos o Reino Unido tem desinvestido fortemente em Portugal.

Ainda de acordo com a AICEP, no ano passado foram mais de 355 milhões de euros de capital britânico que saíram do nosso país. Já em 2009, foram mais de 1,7 mil milhões de euros que abandonaram Portugal.

PRESIDÊNCIA SERVE ROBALO DE SETÚBAL

Sopa de tomate, robalo de Setúbal com ervilhas quebradas e papos de anjo foi a ementa escolhida pela Presidência da República para o banquete em honra do príncipe e da duquesa servido na sala do trono do palácio de Queluz. Na ocasião, Cavaco Silva frisou: "Cabe-nos tirar pleno partido desta multiplicidade de factores que nos aproximam para ir ainda mais longe nos vários domínios do nosso relacionamento".

DE HELICÓPTERO PARA O ALENTEJO

Carlos e Camilla visitam hoje o Parque de Monserrate, em Sintra, onde inauguram um roseiral. Já em Évora, o príncipe visitará o centro histórico da cidade e conhecerá o projecto InovGrid da EDP. O programa nesta cidade dura menos de duas horas e a viagem, a partir de Lisboa, será feita de helicóptero.