Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Évora: Agentes culturais convocam manifestação para exigir pagamento de subsídios em atraso

17.02.11 | barak

Os principais agentes culturais de Évora decidiram realizar, dia 23 deste mês, uma concentração em frente à Câmara Municipal para manifestar preocupação com o "esvaziamento da vida cultural da cidade" e exigir o pagamento de subsídios em atraso.
O protesto tem como objetivo "demonstrar que as pessoas não estão a dormir e que percebem que há um esvaziamento da vida cultural da cidade", afirmou Diana Mira, da Associação Pédexumbo, que integra a Plataforma pela Cultura em Évora.
A vereadora da Cultura da Câmara de Évora, Cláudia Sousa Pereira, escusou-se a fazer comentários sobre a iniciativa.
A concentração, agendada para o próximo dia 23, às 15:00, em frente aos Paços do Concelho, foi marcada hoje numa reunião da Plataforma pela Cultura em Évora, que reúne os principais agentes culturais da cidade alentejana.
O protesto, que vai coincidir com a reunião camarária, pretende ser "simbólico" para mostrar que os agentes culturais estão "disponíveis para conversar e discutir o que devem ser as políticas municipais de cultura", disse a mesma responsável.
Considerando que "tem havido pouco diálogo" entre as duas partes, Diana Mira adiantou que "existe uma série de valores que estão em falta por parte da câmara municipal, uns que são considerados subsídios e outros que são prestação de serviços".
"Com esta questão da crise, tem havido uma grande confusão entre estas duas formas de pagamento aos agentes culturais, porque, às vezes, o que era pago através de subsídio agora é pago através da prestação de serviços", criticou.
Diana Mira reafirmou que "os agentes culturais estão disponíveis para se encontrar uma forma de se fazer um plano de atividades" para a cidade, mas disse que o que "não pode continuar é esta confusão, uns recebem subsídio e outros prestação de serviços".
"A maioria dos agentes ainda não recebeu a totalidade dos subsídios de 2009 e nenhuma associação recebeu a totalidade de 2010", revelou, considerando que o problema "não tem a ver com ser pouco dinheiro para a cultura, mas sim com compromissos que foram assumidos".
A reunião de dos agentes culturais contou com a participação de responsáveis das associações Pédexumbo, Companhia de Dança Contemporânea de Évora (CDCE), Grupo Pró-Évora, Cineclube da Universidade de Évora, A Bruxa Teatro, Escrita na Paisagem, Eborae Mvsica e Centro Dramático de Évora (CENDREV).