Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Évora: Duas listas disputam dia 13 eleições para a associação académica da universidade

06.01.11 | barak

Os cerca de nove mil estudantes da Universidade de Évora escolhem, no dia 13, o próximo presidente da associação académica, num ato eleitoral a que concorrem duas listas, uma liderada por Luis Rodrigues e outra por João Fernandes.

As eleições colocam frente a frente as listas U e I, lideradas, respetivamente, pelo atual presidente, Luís Rodrigues, finalista do mestrado em Engenharia Informática, e por João Fernandes, do mestrado em Relações Internacionais e Estudos Europeus.

O presidente da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE), eleito há um ano para o cargo, explicou hoje à Agência Lusa que a sua recandidatura visa continuar o trabalho iniciado neste primeiro mandato.

“Um ano é muito pouco tempo para fazer o que queremos, mas já iniciámos alguns projetos importantes, aos quais queremos dar continuidade”, disse.

Uma das apostas que vai prosseguir, segundo Luís Rodrigues, é a do desporto universitário, que “estava praticamente morto” na Universidade de Évora.

“Só participávamos com dois desportos na Federação Académica de Desporto Universitário (FADU). Agora, já participamos com 11 modalidades”, disse, explicando que os alunos dispõem de “sete modalidades totalmente gratuitas”.

Também neste mandato, foram iniciadas as obras da nova cafetaria e bar da AAUE, que deverá abrir “em março ou abril”, lembrou o presidente, prometendo ainda “continuar as negociações com a reitoria sobre as presenças obrigatórias nas aulas teóricas”.

“Com Bolonha, não faz sentido nenhum que um aluno seja obrigado a ir às aulas teóricas e queremos prosseguir as conversações com a reitoria sobre esta matéria”, defendeu.

Além das tradicionais festas, como a receção ao caloiro ou a Queima das Fitas, Luís Rodrigues garantiu que, no caso de reeleição, vai continuar a “resolver os problemas dos estudantes”, sobretudo na questão da ação social.

Mas o trabalho da atual AAUE merece críticas do outro candidato, João Fernandes, que defende a necessidade de “um papel mais interventivo e próximo dos alunos”.

“Todas as pessoas que se juntaram na lista I continuam a ver uma associação académica que não representa o seu papel essencial, o de defender os alunos e estar próximo deles, fomentando a sua participação”, disse.

Caso seja eleito, João Fernandes prometeu que a política educativa será uma das áreas em que “mais vai apostar”, para “tratar de questões concretas de financiamento, com a reitoria”, e também para “abordar as alterações introduzidas nos cursos pelo processo de Bolonha, para perceber onde é que os alunos foram mais afetados”.

O apoio ao estudante, através da disponibilização de “explicações gratuitas em cadeiras complicadas” e do acompanhamento direto aos alunos, com reuniões, convívios e atividades para que “possam ser ouvidos”, é outra das suas promessas eleitorais.