Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

olharevora

Um olhar crítico/construtivo sobre a cidade de Évora

Única equipa alentejana ainda na Taça de Portugal

29.11.10 | barak

Miguel Ângelo, treinador do Juventude de Évora, mostra-se surpreendido com o empolgante arranque de época do clube que veio da III Divisão e que já é vice-líder da II. O técnico garante ter formado uma boa equipa, mas considera o campeonato muito equilibrado, o que obriga o Juventude a pensar em objectivos menores.

Faltam condições financeiras para aspirar a algo mais que a manutenção, até porque a Câmara de Évora “tem tido dificuldades em pagar aquilo que deve ao Juventude”. Ainda assim, o treinador assume repensar os objectivos caso sejam alcançados os “37 ou 38 pontos que poderão chegar” para garantir a permanência.

Miguel Ângelo refere “alguma sorte” na campanha da equipa na Taça de Portugal: é a única do Alentejo que se mantém em prova, tendo ultrapassado quatro eliminatórias, uma delas frente ao Santa Clara, equipa que milita na Liga Orangina. O Juventude de Évora ainda só jogou em casa e aguarda com expectativa a próxima eliminatória, os oitavos de final, que obrigam a equipa a deslocar-se ao Estádio do Dragão, para defrontar o actual detentor do troféu, o FC Porto.

Com os pés bem assentes na terra, o treinador do Juventude quer evitar dar um passo demasiado grande, pede mais estabilidade e garante que o clube está a trabalhar para incluir jogadores da formação no plantel principal “daqui a 3 ou 4 anos”.