Quarta-feira, 29 de Junho de 2011

Espanha pede explicações sobre suspensão do TGV

Espanha quer explicações do Governo português sobre asuspensão da linha de TGV que ligaria Lisboa a Madrid. O ministro do Fomento espanhol quer reunir-se com o homólogo português para analisar os contornos da decisão portuguesa.

«Há que saber se Portugal tomou uma decisão de renunciar definitivamente à construção da alta velocidade ou se adia a decisão de construir a alta velocidade», afirmou José Blanco, em declarações à Rádio Nacional Espanhola (RNE).

«Assim que se constitua o novo Governo português, manterei uma reunião com o meu homólogo para clarificar uma série de projectos que temos entre os dois países e saber se esta é uma decisão definitiva ou, pelo contrário, se adia. Isto, claramente, condicionaria o que faremos em Espanha», afirmou.

Blanco recordou que a decisão de Portugal ocorre a pouco meses da UE decidir sobre as novas linhas transeuropeias prioritárias e que a linha entre Lisboa e Madrid se insere nas linhas transeuropeias prioritárias.

«O projecto do AVE Madrid-Extremadura-Lisboa é um projecto europeu, com financiamento europeu e integrado numa rede transeuropeia e essa decisão condiciona também os recursos para essa linha de alta velocidade», afirmou.

«Há que saber se Portugal vai continuar a defender esta infra-estrutura e assim se mantêm as redes transeuropeias prioritárias», disse ainda.

Também o secretário-geral do Eixo Atlântico pediu ao ministro da Economia português uma reunião «o mais brevemente possível» para abordar o tema da ligação de alta velocidade entre Porto e Vigo e a questão das portagens nas Scut.

Xoan Vázquez Mão explicou ter falado hoje com Abel Caballero, alcaide de Vigo e presidente desta entidade, que reúne 34 municípios da Galiza e do Norte de Portugal, para convocar uma reunião da comissão executiva para analisar estes temas.

Fontes da entidade explicam que esse encontro, que deverá decorrer no início de julho, deverá preparar a reunião posterior com o novo ministro da Economia português, Álvaro Santos Pereira.

A suspensão do projecto, avisou já o autarca de Évora,compromete projectos turísticos na região.

publicado por barak às 20:20
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Se eu fosse presidente da...

. Évora: Pais e alunos cont...

. Paulo Macedo garante anal...

. Polémica: Autarca de Évo...

. M'ar de arAqueduto. Uma e...

. Requalificação do IP8 e I...

. Évora renegociou contrato...

. Alentejo tem novo canal d...

. Évora: Embraer amplia áre...

. FAM - PCP culpa PS por mu...

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds