Quinta-feira, 31 de Março de 2011

Cinema em Évora! Manifestação a 30 de Abril de 2011

Para que mais pessoas possam participar na manifestação a exigir salas de cinema na cidade, a data foi alterada para 30 de Abril, sábado.

publicado por barak às 20:27
link do post | comentar | favorito

Cinema em Évora! Manifestação a 29 de Abril de 2011

 Penso que há aqui vários pontos a serem esclarecidos: Em primeiro lugar, desde a década de 1950 que existia em Évora cinema comercial, sem interrupções até Maio de 2010. O Eborim fechou porque a entidade proprietária assim o decidiu (Grupo Caixa). Segundo a Lusomundo, as salas Alfa Duplex mantinham uma frequência bastante acima da média. A Lusomundo foi obrigada a abandonar e espaço por imposição dos proprietários do Eborim. Quando as salas fecharam, a câmara decidiu fazer um acordo com a Univesidade de Évora e a Lusomundo para a exibição de filmes no Auditório Soror Mariana, até haver alternativas. Por falta de condições na sala e falta de informação ao público, as sessões eram pouco frequentadas. Por falta de fundos a Câmara de Évora decidiu terminar o acordo... Se o Salão Central Eborense estivesse recuperado, poderia haver exibição de filmes, como acontece em Portel, Montemor, Reguengos, etc... Cinema é cultura, como o são o teatro, a dança, a pintura, a escultura e tantas outras formas de arte. Só assim Évora pode voltar a ser uma cidade de referência cultural como já o foi. Quanto ao número de salas, nunca deverá ser inferior a duas, porque falamos de um serviço que não existe em todo o Alentejo! Évora tem 50.000 hab, 8.000 estudantes universitários, é capital de um distrito com 175.000 hab, sem contar com as inúmeras pessoas que se deslocavam dos distritos de Beja e Portalegre às salas do Eborim! O que propomos é que as salas do Eborim voltem à actividade até a abertura do Évora Shopping. E já que falamos em centros comerciais, devo lembrar que a cidade de Évora é das poucas no país que ainda não tem um espaço destes, o que faz com que os preços no comércio eborense sejam proibitivos por não terem concorrência! Deixemos de ter mentalidade provinciana e comecemos a exigir o que é nosso direito, por não sermos cidadãos de segunda!!! A título de exemplo deixo-vos alguns números: Faro(42.000 hab)9 salas de cinema. Albufeira(39.000 hab) 9 salas de cinema. Tavira(10.600 hab) 5 salas de cinema. Bragança(25.000 hab) 3 salas. Covilhã(37.000 hab) 4 salas. Viseu (50.000 hab) 12 salas de cinema. Ainda acham que não vale a pena lutar por cinema em Évora?

publicado por barak às 00:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Março de 2011

Aeronáutica: Construção de pólo de formação em Évora arranca em abril

Évora, 30 mar (Lusa) - A construção do novo pólo de formação na área da aeronáutica do Centro de Formação Profissional de Évora, num investimento de quase três milhões de euros, vai arrancar em abril, devendo estar concluído no final deste ano.

"O Tribunal de Contas já deu o seu acordo para se iniciarem as obras. Prevê-se que o edifício esteja concluído no final deste ano", adiantou hoje à Agência Lusa a delegada regional do Alentejo do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Ana Duarte.

Num investimento de quase três milhões de euros, dos quais cerca de 800 mil são para aquisição de equipamento para as oficinas, o novo pólo de formação em aeronáutica, com cerca de 1 500 metros quadrados, ficará situado no Centro de Formação Profissional de Évora.

publicado por barak às 21:04
link do post | comentar | favorito

Évora: Cidade volta a receber membro da realeza britânica em tempos de incerteza

Tal como em 1985, um membro da família real britânica visitou Évora em tempos de incerteza.

Se atualmente Portugal vive uma crise política e a Europa procura um novo rumo, há 26 anos atrás, o Alentejo vivia os resquícios e incertezas da Reforma Agrária.
O então presidente da autarquia, Abílio Fernandes, chegou mesmo a dizer a Isabel II: "Vossa majestade visita uma região onde a reforma agrária se mantém viva".
Desta vez, a receção foi feita por outro autarca.
Tudo o que a rainha viu continua cá. O que ela não viu foi este espaço de inovação e criatividade que está a ser construído em Évora”, disse à DianaFm José Ernesto Oliveira.
Desta vez, o interesse recaiu nas energias renováveis e na rede InovGrid da EDP, enquanto que há 26 anos Isabel II veio conhecer umas das “mais belas cidades do mundo” e “ajudar” a que Évora fosse declarada, um anos depois, Património Mundial da Unesco.
Mesmo sem uma multidão a acompanhá-lo, a visita do Príncipe de Gales é muito importante para Évora, considerou a Duquesa de Cadaval.
Aliás, entre a população que seguia a visita do príncipe, havia quem dissesse que este era um nome que o estava a perseguir em Évora, onde o príncipe terminou a visita junto ao Templo de Diana.
Com o programa atrasado, o príncipe Carlos partiu de Évora às 13 e 26 em direção a Cascais.
publicado por barak às 12:25
link do post | comentar | favorito

Casal inglês de férias em Évora surpreendido com visita do príncipe Carlos

"Não sabíamos de nada. Quando estamos de férias, não costumamos ver televisão, nem ouvir notícias. É fantástico que o príncipe Carlos esteja aqui", confessou à Agência Lusa a turista inglesa. Há já 10 anos que o casal elege a zona de Évora para uns dias de férias e fica alojado com amigos holandeses. Só que, dos incontáveis passeios pelo centro histórico da cidade, o de hoje foi especial. O aparato montado na Praça do Sertório, onde o príncipe iria ser recebido, daí a poucos minutos, nos Paços do Concelho, surpreendeu o casal, oriundo de Oxfordshire. Mas o que estranharam mesmo, levando-os a perguntar o que se passava aos jornalistas da Lusa, foi verem a bandeira britânica hasteada no edifício do município.

"Agora sabemos porquê. Não fazia a mínima ideia de que estavam [o príncipe e a mulher, Camilla, duquesa da Cornualha] em Portugal. Nunca podia imaginar vir a Évora e encontrar o príncipe", disse. Com o marido, de máquina fotográfica em punho, posicionado entre as várias pessoas, residentes e turistas, que esperavam o visitante ilustre, Anne aguardou mais atrás e disse que, neste momento, está é mesmo entusiasmada com o casamento do príncipe Guilherme, filho do príncipe Carlos, a realizar no próximo mês. "Está toda a gente tão excitada com o casamento real. Todas as lojas têm canecas e bandeiras da Kate Middleton e do príncipe Guilherme", relatou, juntando-se ao marido, para ver chegar o membro da família real britânica.

O príncipe chegou por volta das 12:30, rodeado de forte segurança, e foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal, José Ernesto Oliveira, bem como pelo restante executivo municipal. Carlos deslocou-se depois ao edifício de demonstração do projeto InovGrid da EDP, uma experiência piloto de rede elétrica inteligente que decorre em Évora (InovCity), desde abril do ano passado. A iniciativa, que a EDP sublinha ser inovadora em termos mundiais, inclui, entre outros projetos, a instalação de 31 mil contadores inteligentes, que permitem comunicações, em tempo real, entre clientes e empresa. Esses mesmos contadores inteligentes, a maior dos quais já instalada, levaram o príncipe Carlos de Inglaterra a um café e a casa de uma residente do centro histórico. A visita real à cidade Património Mundial, incluiu ainda um passeio até à Praça do Giraldo e até à Sé Catedral, onde foi recebido pelo vigário-geral da arquidiocese, cónego Eduardo Pereira da Silva.

 

publicado por barak às 12:22
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Março de 2011

Negócios da energia trazem Carlos e Camilla a Portugal

As energias renováveis vão marcar a visita oficial de três dias do príncipe de Gales e da duquesa da Cornualha ao nosso país. Hoje, o príncipe Carlos visita o projecto-piloto da EDP em Évora, o InovGrid, que envolve a instalação de 31 mil contadores inteligentes que permitem a comunicação, em tempo real, entre os clientes e a empresa.

 

A escolha da EDP não é inocente. Com efeito, a eléctrica portuguesa, através da sua subsidiária EDP Renováveis, foi contemplada pela coroa britânica com uma área no âmbito das adjudicações do concurso UK Round 3 para o desenvolvimento de parques eólicos offshore na Escócia.

O negócio foi decidido em 2010 pela Crown State (entidade que gere as propriedades da coroa inglesa), que escolheu, entre outras companhias, um consórcio liderado pela EDP Renováveis. O projecto representa um investimento de cerca de quatro mil milhões de euros num parque eólico de 520 km2 na costa nordeste da Escócia, com uma capacidade instalada de 1,3 GW, suficiente para fornecer energia a 730 mil lares.

Para além da EDP, o príncipe Carlos visitará a empresa Vitacress, um investimento inglês no nosso país que se dedica ao cultivo orgânico de vegetais, em especial tomates, e que é o maior fornecedor daquele tipo de produtos no Reino Unido. Nas instalações de 130 mil m2 em Alcochete, a Vitacress produz várias espécies de tomates durante todo o ano, exportando a quase totalidade da sua produção para o Reino Unido.

Carlos e Camilla não se deverão encontrar com nenhum representante do Ministério da Economia nem da AICEP.

No entanto, o príncipe Carlos deverá estar presente numa cerimónia da Câmara de Comércio Luso-Britânica, onde serão abordadas as relações comerciais entre os dois países que, segundo dados da AICEP, têm um balanço negativo para Portugal superior a 96,5 milhões de euros.

Com efeito, nos últimos dois anos o Reino Unido tem desinvestido fortemente em Portugal.

Ainda de acordo com a AICEP, no ano passado foram mais de 355 milhões de euros de capital britânico que saíram do nosso país. Já em 2009, foram mais de 1,7 mil milhões de euros que abandonaram Portugal.

PRESIDÊNCIA SERVE ROBALO DE SETÚBAL

Sopa de tomate, robalo de Setúbal com ervilhas quebradas e papos de anjo foi a ementa escolhida pela Presidência da República para o banquete em honra do príncipe e da duquesa servido na sala do trono do palácio de Queluz. Na ocasião, Cavaco Silva frisou: "Cabe-nos tirar pleno partido desta multiplicidade de factores que nos aproximam para ir ainda mais longe nos vários domínios do nosso relacionamento".

DE HELICÓPTERO PARA O ALENTEJO

Carlos e Camilla visitam hoje o Parque de Monserrate, em Sintra, onde inauguram um roseiral. Já em Évora, o príncipe visitará o centro histórico da cidade e conhecerá o projecto InovGrid da EDP. O programa nesta cidade dura menos de duas horas e a viagem, a partir de Lisboa, será feita de helicóptero.

publicado por barak às 14:02
link do post | comentar | favorito

Évora: EDP garante que contagens da rede inteligente estão corretas

A EDP analisou as queixas dos consumidores da rede inteligente da EDP, que está a ser testada em Évora, e verificou que as contagens estão corretas, os seus valores subiram nos meses de inverno em que há mais consumo.

"Verificámos a situação com contadores paralelos, fizemos auditorias e visitámos um elevado número de clientes, para além dos que reclamaram, e concluimos que as contagens estavam corretas", disse à Lusa fonte oficial da EDP Distribuição.
A delegação de Évora da DECO recebeu nas últimas semanas “algumas queixas” de consumidores da rede inteligente da EDP, a InovGrid, devido ao aumento do valor das faturas.
A rede inteligente da EDP, a InovGrid, está a ser testada em Évora (InovCity) e envolve, entre outros projetos, a instalação de 31 mil contadores inteligentes, que permitem comunicações, em tempo real, entre clientes e empresa.
A mesma fonte da EDP Distribuição, responsável pelo projeto, explicou que os novos equipamentos permitem um leitura automática (on line) dos consumos, o que permite pôr de parte o sistema de estimativas que obrigava a acertos periódicos.
“Os novos terminais permitem que os consumidores recebam a fatura com o valor real do consumo que fizeram. Nos últimos meses os valores foram mais elevados porque estávamos no inverno e, como é normal, o consumo aumenta sempre em época de frio”, disse.
A mesma responsável prevê que com a vinda do calor os consumos desçam e os consumidores vão verificar que os novos equipamentos estão a funcionar bem
publicado por barak às 13:59
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Se eu fosse presidente da...

. Évora: Pais e alunos cont...

. Paulo Macedo garante anal...

. Polémica: Autarca de Évo...

. M'ar de arAqueduto. Uma e...

. Requalificação do IP8 e I...

. Évora renegociou contrato...

. Alentejo tem novo canal d...

. Évora: Embraer amplia áre...

. FAM - PCP culpa PS por mu...

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds