Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Évora: Autoridades realizam simulacro de emergência no Parque Industrial

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Évora promove hoje, a partir das 9 horas, no Parque Industrial e Tecnológico, um simulacro de emergência, junto da Unidade Autónoma de Gás Natural. O exercício tem como objetivo testar e ajustar as capacidades de intervenção dos elementos que integram as equipas de resposta a emergência, nomeadamente bombeiros, Serviço Municipal de Proteção Civil e PSP.

publicado por barak às 15:39
link do post | comentar | favorito

Desemprego: Número de desempregados aumenta 20% no distrito de Évora - Sindicatos

Évora, 25 fev (Lusa) - O número de desempregados no distrito de Évora aumentou cerca de 20 por cento em 2009, alertou hoje a União de Sindicatos local, estimando a existência de oito mil pessoas inscritas nos centros de emprego da região.

O coordenador da União de Sindicatos do Distrito de Évora (USDE/CGTP), Ricardo Galhardo, explicou que o número de desempregados inscritos nos centros de emprego de Évora, em dezembro de 2008, era de 6.731 e, em dezembro de 2009, de 7.968.

"Estamos preocupados com o elevado nível de desemprego que existiu durante o ano de 2009 na nossa região, que foi mais de 20 por cento relativamente a dezembro de 2008", afirmou o dirigente sindical, salientando que estes dados "correspondem apenas a desemprego registado".

publicado por barak às 15:13
link do post | comentar | favorito

Mau tempo: 11 desalojados e 662 ocorrências

Pelo menos onze pessoas ficaram este sábado desalojadas nos distritos de Évora, Porto e Leiria, na sequência do desabamento de partes das suas casas.

Uma pessoa ficou ferida e cinco desalojadas devido à queda da cobertura de uma casa em Matosinhos, por volta das 12:00. A mulher ferida «apresentava escoriações na cabeça, mas o seu estado não aparentava ser grave».

Três das pessoas que ficaram desalojadas em Matosinhos foram já encaminhadas para uma residencial, confirmou à Lusa o comandante operacional da Proteção Civil Municipal.

Um pai e duas filhas - encontravam-se dentro da habitação, situada na rua de Sendim, quando a cobertura caiu, cerca das 11:00.

A queda de uma árvore de grande porte numa habitação da Quinta do Retiro, na Barreira (Leiria), obrigou à retirada de dois moradores pouco depois das 09:30, tendo as autoridades avançado entretanto com o processo de realojamento, de acordo com a Lusa.

Também no Alentejo, em Montemor-o-Novo, no distrito de Évora, uma casa já desocupada desabou por volta das 11:00, causando danos estruturais numa segunda moradia, deixando quatro pessoas «sem condições de habitabilidade».

662 ocorrências em 12 horas

A Autoridade Nacional de Protecção Civil registou este sábado, entre as 00:00 e as 12:00, 662 ocorrências relacionadas com o mau tempo em Portugal continental.

Foram registadas 440 quedas de árvores, sendo o distrito de Coimbra o mais afectado por estas situações, com 129 ocorrências.

Entre os registos da protecção civil estão 18 desabamentos de terras, seis dos quais em Lisboa e cinco em Coimbra.

Houve ainda registo de 49 inundações e outras 155 ocorrências diversas, num total de 662 situações.

publicado por barak às 15:11
link do post | comentar | favorito

Évora: dois acidentes, um morto

Uma pessoa morreu e três ficaram gravemente feridas em resultado de dois acidentes de viação ocorridos esta sexta-feira na zona de Évora, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

 

O primeiro acidente ocorreu de madrugada, na Estrada Nacional (EN) 4, na sequência de um choque entre um automóvel e um pesado de mercadorias, de que resultou um morto, indicou a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora.

A colisão ocorreu cerca das 2h00 na EN 4, entre Arraiolos e Vimieiro.

Pouco depois das 12h00, o despiste de um automóvel na A6, no sentido Vendas Novas/Montemor-o-Novo, provocou três feridos graves, referiu a fonte.

Os feridos foram transportados pelos bombeiros para as urgências do Hospital de Évora.

publicado por barak às 15:09
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Eduardo Luciano - Antes que comece a cair

O tempo está agreste, cinzento, ventoso e as paredes das casas da cidade velha parecem reflectir isso mesmo. A cidade histórica tem um ar triste, com uma imagem de espaço votado ao abandono. Lojas fechadas, prédios a ameaçar ruína cercados de grades de protecção, ou fitas, que pretendem afastar os transeuntes de um perigo que todos fingimos não ser iminente.

Nalgumas ruas, em particular as que não tiveram qualquer intervenção depois de 2001, os pisos começam a exceder o termo “desconfortável” e aproximam-se rapidamente do que poderíamos chamar “armadilhas em cenário de guerra”. O anoitecer lembra-nos a quantidade de lâmpadas que se mantêm teimosamente apagadas, em particular as destinadas à iluminação cénica dos arcos da Praça do Giraldo e da Igreja de Santo Antão. Por esta altura do dia a ausência do elemento humano nas ruas é nota de maior relevância, em que o trânsito, mais ou menos caótico, dá lugar à sensação de deserto que poucos parecem dispostos a atravessar. O Centro Histórico de Évora, pela sua beleza, pela sua importância para o concelho e para região, não merece esta descrição. Mas não me parece haver outra forma de o descrever, a menos que, em delírio, se fale de intenções em vez de realidades. Agradar-me-ia muito mais contar como após um dia de trabalho as ruas se enchem de gente, em busca das diversificadas ofertas culturais promovidas pelo município e pelos agentes instalados na nossa terra. Falar de como a luz reflectida nas paredes brancas nos transmite a ideia de sermos actores privilegiados, num dos mais belos palcos que se conhecem. Que as únicas grades pudessem ser para proteger o património da acção das pessoas e não as pessoas do risco de derrocada do património. Acreditem que me apetecia muito mais falar de um excelente concerto de música clássica, do que da sua anulação, porque foi impossível aos artistas actuarem devido ao frio intenso que se fazia sentir dentro da sala onde deveria ter acontecido. Esse mesmo espaço, propriedade privada, recuperado pelo município com milhões de euros do erário público e que afinal não serve para um simples concerto num dia de Inverno um pouco mais rigoroso. Sempre que discute o Centro Histórico, coincidimos no diagnóstico e na identificação dos principais problemas: parque habitacional degradado, mobilidade e estacionamento, ausência de animação, abandono de actividades económicas compatíveis com espaço (comércio e serviços). Todos sabemos que não é fácil inverter o declínio do espaço mais nobre do concelho. Todos sabemos que é tarefa que deve envolver toda a gente: moradores, proprietários, agentes económicos, município e governo. Mas sabendo isto, também me parece uma evidência que só os poderes públicos estão em condições de liderar essa intervenção. Só os poderes públicos podem ficar acima dos interesses particulares, quantas vezes contraditórios, em defesa do interesse comum. Aquilo que se exige é que não se escondam atrás de dificuldades e de impossibilidades e assumam a ambição e o risco de, no mínimo, tentarem salvar a nossa “jóia da coroa”. Porque, acreditem, sem a “jóia” esta “coroa” é igual a todas as outras.

Até para a semana

publicado por barak às 15:29
link do post | comentar | favorito

Évora: Centro de Atividades Infantil hasteia Bandeira Verde Eco-Escola

A vereadora da Câmara de Évora Cláudia Sousa Pereira, responsável pelo pelouro sócioeducativo, presidiu ontem à tarde à cerimónia de hasteamento da Bandeira Verde Eco-Escola no Centro de Atividades Infantil de Évora (CAIE). A colocação da bandeira, referente ao ano letivo de 2008/09, atesta, segundo a autarquia, a qualidade do projeto de educação ambiental desenvolvido por este estabelecimento de ensino. Além do CAIE, no concelho de Évora, também receberam este galardão as escolas de Torre de Coelheiros, da Malagueira, da Cruz da Picada, de Santa Clara e a Conde de Vilalva.

publicado por barak às 15:26
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Sismo sentido em Viana do Alentejo

Um sismo de magnitude 2,7 na escala de Ritcher foi registado na segunda-feira pelas estações da Rede Sísmica do Continente, tendo sido sentido em Alcáçovas, anunciou o Instituto de Meteorologia.

Segundo o IM, o sismo ocorreu cerca das 22h12 de segunda-feira, tendo o epicentro sido localizado a 20 quilómetros a oeste de Viana do Alentejo, no distrito de Évora.

De acordo com a informação disponível, o sismo não terá causado quaisquer danos pessoais ou materiais, tendo sido sentido com intensidade máxima de nível II, segundo a Escala de Mercalli Modificada, na região de Alcáçovas, um concelho de Viana do Alentejo.

A Escala de Mercalli Modificada é uma gradação qualitativa composta por nove graus, que é utilizada para determinar a intensidade de um sismo a partir dos efeitos que o mesmo provoca sobre as pessoas e as estruturas.

publicado por barak às 21:02
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Se eu fosse presidente da...

. Évora: Pais e alunos cont...

. Paulo Macedo garante anal...

. Polémica: Autarca de Évo...

. M'ar de arAqueduto. Uma e...

. Requalificação do IP8 e I...

. Évora renegociou contrato...

. Alentejo tem novo canal d...

. Évora: Embraer amplia áre...

. FAM - PCP culpa PS por mu...

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds