Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

É tão fácil escrever sobre Évora...

Realmente é muito fácil escrever sobre esta cidade...

Os posts aqui colocados por mim há um ano atrás continuam actuais...

É só "copiar"/"colar"!

Vejam com atenção...

publicado por barak às 20:50
link do post | comentar | favorito

Os Eborenses Conhecem-me...

José Ernesto diz que os eborenses o conhecem...

Em 2001 prometeu requalificar as Piscinas Municipais e a construção de novas piscinas na freguesia do Bacêlo...

Já lá foram?

Eu não... É porque não conheço o Dr. Ernesto...

publicado por barak às 20:41
link do post | comentar | favorito

Municípios de Évora e INALENTEJO formalizam financiamento para primeiros 12 projectos

Um centro social e outro para apoiar pequenas e médias empresas integram os primeiros 12 projectos de câmaras do distrito de Évora já aprovados pela associação de municípios local e financiados pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN)

As 12 candidaturas, para nove concelhos, foram aprovadas pela Associação de Municípios do Distrito de Évora (AMDE), no âmbito do contrato de delegação de competências assinado com a Autoridade de Gestão do INALENTEJO 2007-2013.

A AMDE revelou hoje que este «pacote» de projectos envolve um investimento superior a 10 milhões de euros, dos quais cerca de seis milhões financiados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A sessão pública de assinatura destes contratos de financiamento decorre quinta-feira, em Évora, com a presença do secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Rui Baleiras.

O presidente da AMDE, Jerónimo Lóios, disse hoje à agência Lusa que as primeiras 12 candidaturas aprovadas traduzem o «bom esforço e rápido trabalho desenvolvido pelos municípios» da região.

«Quase que poderia adiantar que a AMDE e os municípios do distrito conseguiram colocar-se numa posição muito adiantada em termos nacionais e estes são dos primeiros projectos cujo contrato de financiamento vai ser assinado», disse.

As candidaturas integram quatro regulamentos específicos do programa operacional INALENTEJO - dois de Mobilidade Territorial Urbana e Rodoviária, o de Sistema de Apoio a Áreas de Acolhimento Empresarial e Logística e o referente a Equipamentos para a Coesão Local.

«Procurámos ligar duas vertentes. O acolhimento de projectos de cada município, mas sempre numa lógica de coesão territorial para os 14 municípios do distrito, com projectos coordenados entre si e complementares», explicou.

A construção de um Centro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, em Montemor-o-Novo, e de um Centro Social em Monte do Trigo, concelho de Portel, são dois dos projectos que vão avançar, tal como um pavilhão gimno-desportivo em Alandroal e pistas cicláveis em Vendas Novas.

A beneficiação da rede viária municipal de Estremoz e de outras estradas e caminhos municipais nos concelhos de Évora, Portel, Mourão e Reguengos de Monsaraz, assim como a segunda fase da via circular ponte à vila de Redondo, são as outras das acções.

No global, até 2013, a delegação de competências estabelecida entre o INALENTEJO e a AMDE prevê cerca de 58 milhões de euros de financiamento do FEDER e, desde o mês passado, está aberto novo período para candidaturas dos municípios.

«Há ainda cinco municípios do distrito que não têm qualquer candidatura aprovada, mas está aberto este novo prazo, durante um ano, e à medida que forem apresentados mais projectos vamos aprová-los, depois de possuírem o parecer do secretariado técnico que os analisa», frisou.

Para a celebração do contrato de delegação de competências no quadro do QREN, a AMDE apresentou um Programa Territorial de Desenvolvimento para o Alentejo Central, que comporta as opções estratégicas de desenvolvimento e os projectos estruturantes que interessa desenvolver.

Lusa/SOL


 
publicado por barak às 20:36
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

CP investe 380 mil euros para estudar reformulação geral dos horários

Chama-se "Impulso", vai custar 380 mil euros e serve para melhorar a oferta ferroviária a nível nacional da CP. O estudo, em curso, foi adjudicado a um consórcio formado pela Ferbritas, uma afiliada da Refer, e pela SMA und Partner AG, uma empresa suíça especializada em transporte e tráfego.

"Pretendemos uma reformulação geral da rede para melhorar os enlances (correspondências) e ter uma perspectiva mais comercial, numa lógica de oferta geral do serviço e mais de acordo com a procura", disse ao PÚBLICO o presidente da CP, Cardoso dos Reis.

O administrador diz que gostaria de pôr em prática horários cadenciados (famílias de comboios com passagens aos mesmos minutos em cada estação) e reduzir os transbordos e os tempos de espera nas estações.

Outro dos objectivos deste estudo é diminuir as perturbações que existem na Linha da Cintura, onde circulam comboios de dois operadores diferentes (CP e Fertagus), optimizar a relação directa Porto-Faro (que é feita em seis horas, mas pode ser reduzida) e melhorar a fiabilidade do serviço Tomar-Lisboa.

Reclamações dos clientes

Cardoso dos Reis diz que as alterações em estudo têm em conta, na medida do possível, as reclamações dos clientes, "apesar de eles não terem - nem têm que ter - a visão geral do sistema". Muitas sugestões não podem ser postas em prática, porque mexer num horário de um comboio repercute-se nos restantes.

O "Impulso" deverá estar concluído antes do fim do ano e o presidente da CP diz que gostaria de adoptá-lo já para o horário de Inverno (que começa em Dezembro), mas reconhece algumas dificuldades "por causa do estrangulamento da Trofa", um curto troço de via única na linha do Minho que tem implicações nas relações do Porto para Guimarães, Braga, Viana e Valença. Este problema só estará resolvido no início de 2010, quando estiver terminada a construção de uma variante.

Cardoso dos Reis diz que não foram feitas estimativas do impacto nas receitas que a aplicação dos novos horários poderá gerar, mas que há exemplos na Suíça em como os horários integrados se traduzem num aumento da procura e da complementaridade entre os meios de transporte.

Os actuais horários da CP obedecem a uma lógica de itinerários, linha a linha, ignorando as potencialidades do funcionamento em rede onde os passageiros podem ir de todas as origens para todos os destinos com ligações directas ou com um número mínimo de transbordos.

Na ferrovia portuguesa não há, por exemplo, comboios directos da Beira Alta e da Beira Baixa para a Região Norte, nem de Évora ou Beja para o Algarve. De Leiria para o Porto é preciso apanhar três composições e no Minho a CP obriga os passageiros a mudarem de comboio em Nine.

Na linha do Douro já quase não é possível viajar directamente do Porto para o Pocinho e na própria Linha do Norte os comboios regionais não passam de Aveiro, obrigando os passageiros que queiram seguir viagem a fazer transbordo naquela estação.

publicado por barak às 13:38
link do post | comentar | favorito

Évora: Candidato do PSD quer o concelho mais atractivo e competitivo em termos territoriais

O candidato do PSD à Câmara de Évora, António Dieb quer um concelho mais atractivo e competitivo em termos territoriais. Para isso, o actual vereador social-democrata elegeu quatro grandes eixos prioritários. Depois de formalizar a sua candidatura no Tribunal da Comarca de Évora, o candidato garantiu que não vai fazer uma única promessa durante a campanha. O antigo governador civil de Évora, Luís Capoulas, é o mandatário da candidatura do PSD à Câmara de Évora e o gestor Pedro Giões é o cabeça de lista à Assembleia Municipal. Quanto à lista concorrente à Câmara Municipal, fazem parte Luís Sebastião, Mariana Paços, Filipe Nogueira Alves, Paulo Jaleco, Maria Inês Batista, Carlos Almeida, António Sousa, Helena Perdigão Bruno e Gaudêncio Cabral.

publicado por barak às 13:34
link do post | comentar | favorito
Domingo, 2 de Agosto de 2009

Extorquiu cinco mil euros

Um homem, de 31 anos, foi detido pela PSP de Évora por suspeitas de crime de extorsão. Há vários meses que o suspeito ameaçava um comerciante daquela cidade, exigindo em troca quantias em dinheiro. Terá conseguido cinco mil euros por este método até ter sido apanhado em flagrante.



 

"Dizia que lhe destruía o estabelecimento comercial e que o ia agredir se não lhe fosse entregue dinheiro. Foi detido em flagrante quando se preparava para receber 900 euros", disse ao CM fonte da PSP de Évora.

O suspeito foi ontem ouvido no tribunal de turno, em Montemor-o--Novo. Este é o segundo caso do género em menos de uma semana na área do Comando Distrital de Évora da PSP, tal como foi noticiado ontem pelo CM.

publicado por barak às 17:10
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Se eu fosse presidente da...

. Évora: Pais e alunos cont...

. Paulo Macedo garante anal...

. Polémica: Autarca de Évo...

. M'ar de arAqueduto. Uma e...

. Requalificação do IP8 e I...

. Évora renegociou contrato...

. Alentejo tem novo canal d...

. Évora: Embraer amplia áre...

. FAM - PCP culpa PS por mu...

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds