Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Ano Novo

Feliz 2009 a todos e que todos os nossos projectos se concretizem!!!!

publicado por barak às 17:56
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Aviação: Câmara de Évora aprova compra de terreno para Parque Aeronáutico

Évora, 29 Dez (Lusa) - A Câmara Municipal de Évora anunciou hoje ter aprovado a compra de um terreno destinado ao Parque de Indústria Aeronáutica da cidade, onde serão construídas duas fábricas pela empresa brasileira Embraer.

Trata-se, segundo a autarquia, de uma área total de 107 hectares, próximo do aeródromo municipal, que vão ser adquiridos à Fundação Eugénio de Almeida.

Além de permitir "a breve trecho" avançar com a construção das fábricas da Embraer, o município garante que está também "assegurada uma considerável quantidade de terreno para outros projectos de índole aeronáutica que terão desenvolvimento no futuro".

A autarquia alentejana garante ser um "terreno dotado de todas as condições essenciais ao desenvolvimento de projectos desta natureza", visto ter já área loteada prevista em Plano Director Municipal, Estudo de Impacto Ambiental e estar localizada junto ao aeródromo "com todos os benefícios técnicos que daí advêm".

O presidente da Câmara Municipal de Évora, José Ernesto Oliveira, considera que o investimento da empresa brasileira de aeronáutica Embraer, cujos contratos já foram aprovados pelo Governo, constitui o "ponto de partida" para a criação de um "cluster" aeronáutico na cidade.

O Conselho de Ministros aprovou, em Setembro, os contratos de investimento da Embraer em Évora, que estão avaliados em 170 milhões de euros e que projectam a criação de 570 postos de trabalho.

O Governo espera que no final de 2009 "os projectos possam estar em desenvolvimento no terreno".

"Encaramos este investimento como ponto de partida para a constituição de um ´cluster´ aeronáutico em Évora, sobre o qual a cidade alimenta uma forte expectativa em ver concretizado", declarou José Ernesto Oliveira.

O autarca socialista de Évora manifestou-se também convicto de que este "investimento âncora" constitua um "factor de atracção de outros investimentos para a cidade e região alentejana".

"Estamos a trabalhar, em conjunto com os técnicos da Embraer, em todos os procedimentos inerentes ao licenciamento das duas fábricas, a instalar numa área de 30 hectares no parque industrial aeronáutico de Évora, junto ao aeródromo da cidade", garantiu.

Os contratos de investimento destinam-se à instalação de duas unidades industriais na região de Évora.

Uma fábrica de produção de estruturas metálicas para produção de aeronaves e outra para a produção de materiais compósitos, mais leves e mais resistentes.

Os investimentos da Embraer em Portugal foram anunciados durante a última cimeira da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), na presença do Presidente do Brasil, Lula da Silva, e do primeiro-ministro, José Sócrates.

A Embraer é a segunda maior empresa exportadora do Brasil e no seu sector de produção já construiu mais de quatro mil aviões, que operam em cerca de 70 países de cinco continentes.

in LUSA

publicado por barak às 20:43
link do post | comentar | favorito

Cinemas em Évora

Apesar das declarações do Presidente da Câmara de Évora, da petição com cerca de 1500 assinaturas, com destaque em todos os jornais do país, noticia hoje o "Diário do Sul" que a Zon Lusomundo ainda não encontrou uma alternativa ao espaço do Eborim, que tem que abandonar em Fevereiro próximo...

Parece que Évora vai ficar mesmo sem cinema...

Se a câmara não tivesse estado a empatar a construção do Fórum Évora desde 2005, este problema não se punha!

No que me diz respeito, não vou ficar de braços cruzados e vou continuar a lutar pela manutenção do cinema comercial em Évora! Estamos no séc. XXI e Évora estar a voltar atrás no tempo!

É INADMISSÍVEL QUE UMA CIDADE COMO ÉVORA FIQUE SEM CINEMA, É IMPERDOÁVEL QUEM ESTÁ A PERMITIR A MORTE DA CULTURA NA CIDADE!

APELO A TODOS QUE PROTESTEM,APELO QUE LUTEM PELO FUTURO DA NOSSA TERRA!

publicado por barak às 20:35
link do post | comentar | favorito

Évora,1997

Em 1997,o meu trabalho de fim de curso foi a constituição de um guia turístico pelas cidades alentejanas de então...

Com orgulho obtive 18 valores pelo trabalho, e em cada cidade havia uma página dedicada ao retrato sócio-económico das urbes no ido ano de 1997.

A informação foi compilada através de várias fontes,e no que respeita à cidade de Évora, dizia o texto:

Évora,capital do Alentejo, é sede de distrito, de arquidiocese, de concelho e de comarca.

A sua economia assenta principalmente no sector dos serviços (com relativo peso da universidade), e na florescente indústria do turismo.

Dispõe de uma vasta rede rodoviária: entre as principais contam-se o IP7(A6) e o IP2. Possui via-férrea e um aeródromo de nível regional.

Está em construção a auto-estrada A6, que terá dois nós de ligação à cidade (Évora oeste e Évora leste), e em beneficiação a via-férrea que liga Lisboa a Évora e que será electrificada em toda a sua extensão.

Graças à sua monumentalidade, Évora foi distinguida pela UNESCO como Património Mundial,em 1986.

De lá pa cá, e talvez com a benesse desse invejável título, a capital do Alentejo tem conhecido um desenvolvimento estonteante, com proliferação de novos núcleos habitacionais-urbanisticamente correctos- fora da zona histórica, com aumento das actividades comerciais e, também,artístico-culturais, sendo de salientar o trabalho desenvolvido pelo Teatro Garcia de Resende neste campo.

A universidade, com 8000 alunos e que lecciona cerca de 40 cursos, entre bacharelatos, licenciaturas e mestrados,é o principal motor de desenvolvimento da cidade, atraindo industrias pela presença de mão-de-obra qualificada.

A projecção turística da cidade (que figura destacadamente nos guias de viagens internacionais), fez com que a oferta hoteleira melhorasse e se diversificasse.

Note-se que só na área urbana de Évora, existem próximo de 2000 camas em hotelaria.

Cidade de grande atracção, ocupa o topo da hierarquia regional e torna-se progressivamente num centro de oferta variada de empregos.

De salientar ainda que a cidade é sede da única região interior do país, que se prevê venha a ter crescimento populacional no período intercensitário 1991-2001 (Alentejo Central).

 

Comparem a descrição optimista de há quase 12 anos atrás com a cidade de hoje...

Évora merece mais e melhor...

 

publicado por barak às 20:32
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

Os cartazes...

Agora que o espírito natalício está a desvanecer, a CDU começou a espalhar cartazes pela cidade,num primeiro vislumbre de campanha eleitoral...

Dizem os cartazes que durante os 7 anos de governação PS a cidade parou...

Meus caros, a cidade parou há 30 anos atrás, sempre com a CDU no poder! Enquanto as outras cidades se desenvolviam,Évora foi crescendo pouco e à custa da teimosia de alguns agentes e habitantes da cidade!

Se têm memória curta, relembro-vos quem espartilhou esta cidade, quem causou a alta taxa de motorização, quem encareceu o preço da habitação, quem afastou indústria e comércio... Não se lembram?? A CDU e Abílio Fernandes!

Se o PS não fez tudo o que devia em 7 anos, muito se deve ao buraco financeiro em que a CDU deixou a câmara...

De qualquer modo desejo-vos uma boa campanha, mas os eborenses que hoje votam já o fazem de olhos abertos...

Bom ano!

publicado por barak às 23:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

FELIZ NATAL

FELIZ NATAL A TODOS!!!!

publicado por barak às 15:38
link do post | comentar | favorito

A AME aprovou o Plano e o Orçamento para 2009 e deu luz verde para a reabilitação do Salão Central e para a construção do novo Parque Desportivo

A Assembleia Municipal de Évora, na sua sessão de 19 de Dezembro, aprovou, por maioria, com 21 votos favoráveis (PS), 4 abstenções (3 do PSD e 1 da CDU) e 11 votos contra (CDU) as propostas da Câmara Municipal relativas às Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2008, bem como o Plano Plurianual de Investimentos para 2009/2012.

O Orçamento camarário, referente a 2009, apresenta um valor total de 75 milhões de euros e acolhe consideráveis perspectivas de investimento, como é o caso das Escolas Básicas do 1º Ciclo/Jardins-de-Infância do Bacelo e dos Canaviais, o Parque de Indústrias Aeronáuticas, as novas acessibilidades ao Hospital Regional, a conclusão da Circular do Ramo Nascente, a requalificação da Mata e do Jardim Público e a revitalização do Centro Histórico (Acrópole XXI), para além de muitas outras intervenções na cidade, freguesias urbanas e rurais.

Nesta sessão, o Presidente da Câmara Municipal, José Ernesto d’ Oliveira, prestou informações acerca da actividade do município e da respectiva situação financeira, que continua estabilizada. Da vasta actividade realizada nos meses de Setembro, Outubro e Novembro, destacou o certificado de qualidade atribuído à Câmara pela Autoridade de Certificação da Qualidade dos Serviços, a realização do «Bikévora», o lançamento do concurso internacional para construção do novo hospital central de Évora, o início das obras de construção do Centro Escolar do Bacelo, a inauguração de três novos refeitórios nas Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico da Comenda, Chafariz d’El Rei e Heróis do Ultramar, o 9º Encontro Internacional de Arte Jovem, a apresentação do programa estratégico da rede «Corredor Azul», a recepção à comunidade educativa, o programa «VJovem», o Festival Internacional de Curtas Metragens, a Semana Europeia da Mobilidade e as comemorações de diversos eventos, entre eles o do Mês do Idoso.

A Derrama foi aprovada com uma taxa de 1,5%, com redução para 1% no caso das Pequenas e Médias Empresas com um volume de negócios, em 2008, não superior a 150 mil euros, com 21 votos a favor (PS), 8 votos contra (CDU), e 4 abstenções (3 do PSD e 1 da CDU).

Também foram aprovadas as taxas a fixar referentes ao Imposto Sobre Imóveis, alusivas a 2008, e a liquidar em 2009, com 20 votos favoráveis do PS, 11 votos contra da CDU, e 4 abstenções (3 do PSD e 1 da CDU). O Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) será de 0,7% para os prédios urbanos afectos à habitação, comércio, serviços e indústria e de 0,4% para os prédios urbanos, avaliados nos termos do CIMI, afectos à habitação, serviços e indústria. Por razões de combate à desertificação, nas freguesias rurais do concelho são minoradas as taxas definidas para as restantes freguesias, em 12,5% para os prédios urbanos afectos à habitação, comércio, serviços e indústria e em 20% para os prédios urbanos, avaliados nos termos do CIMI, afectos à habitação, comércio, serviços e indústria. Serão aplicadas as incidências, em sede de IMI, que decorrerem do Orçamento de Estado para 2009.

Foi também aprovada a proposta do Mapa de Pessoal para 2009, contando a Câmara, actualmente, com 973 trabalhadores, 792 dos quais com contrato por tempo indeterminado e 181 com contrato por tempo determinado. Ao longo do ano estão também previstas 106 contratações por tempo determinado, metade das quais se destinam a trabalhos sazonais, cujo exemplo é a montagem/desmontagem da Feira de S. João, Verão nas Piscinas Municipais, entre outras. Além disto, a proposta inclui também a criação de 200 lugares para o pessoal docente das escolas básicas e da educação pré-escolar, que vai passar a integrar o Mapa de Pessoal da Câmara, no âmbito da transferência de competências para os munícipes, em matéria de educação. Esta proposta camarária obteve 20 votos a favor (PS), 1 voto contra (CDU) e 14 abstenções (11 da CDU e 3 do PSD).

Nesta sessão da Assembleia Municipal, foram aprovadas, por unanimidade, as propostas de alteração/adequação dos estatutos das empresas municipais Habévora e SITEE - Sistema Integrado de Transportes e Estacionamento de Évora- EM, por forma a adequá-los ao disposto na nova Lei do Sector Empresarial Local.

A deliberação sobre uma proposta da Câmara para dar início à abertura do concurso público para selecção de parceiro privado, tendo em vista a constituição duma empresa que promoverá a construção e exploração do Parque Desportivo Municipal e a recuperação e exploração do Salão Central Eborense, foi aprovada com 22 votos a favor (20 do PS, 1 do PSD e 1 da CDU), 9 votos contra (CDU) e 2 abstenções (CDU e PSD). Será a concretização de uma aspiração dos munícipes, dando resposta às necessidades dos agentes culturais e desportivos que há muito aguardam tais investimentos. Este modelo de parceria, previsto na Lei, é hoje utilizado por muitos municípios e entidades públicas, como forma de concretizar projectos sem comprometer a estabilidade orçamental dos organismos promotores.

Outro ponto aprovado por unanimidade foi a adesão à Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) e o projecto de estatutos da mesma. De acordo com este documento, o novo órgão integra os municípios de Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa, visando a realização de interesses comuns a estes municípios. A integração de Mora está também a ser equacionada. Esta Comunidade corresponde à Unidade Territorial Estatística de Nível III (NUT III) do Alentejo Central e tem sede em Évora, podendo ser criadas delegações por deliberação da Assembleia Intermunicipal, sob proposta do Conselho Executivo.

Aprovação unânime mereceu ainda uma proposta para desafectação de uso de domínio público para domínio privado camarário duma parcela na Urbanização da Muralha, com vista à construção de passagem pública.

in Jornal das Freguesias

publicado por barak às 15:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Se eu fosse presidente da...

. Évora: Pais e alunos cont...

. Paulo Macedo garante anal...

. Polémica: Autarca de Évo...

. M'ar de arAqueduto. Uma e...

. Requalificação do IP8 e I...

. Évora renegociou contrato...

. Alentejo tem novo canal d...

. Évora: Embraer amplia áre...

. FAM - PCP culpa PS por mu...

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds