Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Conselho de Ministros aprova fábricas da Embraer em Évora

O Conselho de Ministros aprovou dia 11 dois contratos de investimento do construtor aeronáutico brasileiro Embraer dirigidos a Évora e que envolvem montantes de 170 milhões de euros.

As unidades da multinacional brasileira, anunciadas há alguns meses pelo Presidente do Brasil e pelo primeiro-ministro português, durante a cimeira da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), contribuem para a criação de um centro de excelência do sector da aviação em Évora.

A Embraer cela acordos para a instalação de uma fábrica de produção de estruturas metálicas “a partir de peças e conjuntos, em ligas de alumínio, aço e titânio” destinados a aeronaves e uma segunda unidade que irá produzir materiais compósitos para o mesmo fim.

A Embraer é o terceiro maior fabricante mundial de aviões, a seguir à Boeing e à Airbus, e actua em Portugal através da empresa de manutenção aeronáutica Ogma, com instalações concentradas em Alverca.

in Jornal Público

 

Será mais uma miragem na travessia do deserto ou será que é mesmo o oásis esperado?

O tempo o dirá...

publicado por barak às 12:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

Cinemas em Évora-Uma alternativa...

Uma vez que as salas do Eborim vão encerrar e Évora corre o risco de ficar sem cinema, proponho uma solução:

O "Centro Comercial"(LOL) Feira Nova está apenas semi-ocupado, no piso 0 estão várias lojas vazias e estão assim por imposição da administração, mas este assunto fica para depois...

No piso 1 está uma enorme área totalmente vazia e ao abandono! Porque não um acordo entre a Câmara de Évora e a Jerónimo Martins para abrir esse piso à construção de salas de cinema?

A cidade ganhava salas de cinema e o C.C.Feira Nova ganhava mais movimento...

Aqui fica a sugestão.

publicado por barak às 20:09
link do post | comentar | favorito

Como o tempo passa em Évora...

Évora Fórum deverá abrir no início de 2007

A Comissão Regional do Alentejo Central já concedeu a licença comercial ao Évora Fórum, o que marca o ponto de partida para a abertura deste complexo comercial que deverá ficar pronto no início de 2007.Segundo informações avançadas pela empresa promotora do empreendimento, citada pelo Jornal de Negócios, os trabalhos preparatórios para a construção do novo centro vão ter início no próximo mês de Outubro, para que a sua inauguração possa ser possível dentro de ano e meio.

O projecto tem uma área bruta locável comercial de cerca de 12 mil metros quadrados, terá cinco salas de cinema com capacidade para 600 espectadores e cerca de 60 lojas. O complexo irá também dispor de um parque de estacionamento com capacidade para mil viaturas.

O empreendimento irá contribuir para a criação de 600 postos de trabalho, prevendo-se um investimento na ordem dos 30 milhões de euros.

Notícia de Setembro de 2005...

 

Segundo noticia o Diário Económico, os shoppings estão a apostar em modificações e ampliações dos espaços comerciais já aprovados para não se submeterem ao processo de autorização no âmbito do novo regime de elicenciamento comercial.

As expansões, que carecem apenas de uma autorização camarária, têm sido sido frequentes recentemente. O Diário Económico dá como exemplo a parceria entre a Jerónimo Martins e a Multi Development para ampliar o Feira Nova de Évora e transformá-lo num empreendimento composto por centro comercial e um retail park, num investimento avaliado em 70 milhões de euros. A parceria contempla ainda a expansão dos hipermercados Feira Nova de Santa Maria da Feira e de Sintra.

Também a Sonae Sierra tem, segundo aquele jornal, um projecto de modificação do centro comercial Modelo de Évora, que prevê a mudança de localização e ampliação da área de vendas já aprovada para uma área bruta locável de 19.935 metros quadrados.Muito recentemente, a Sonae Sierra inaugurou o RioSul Shopping no Seixal, que resultou da ampliação do centro comercial Continente.

Notícia de Abril de 2006

 

Apesar de existir um estudo, realizado para a C.M.Évora, que confirma a viabilidade de apenas um centro comercial de grandes dimensãoes na cidade, os investidores que já se mostraram parecem não acreditar e muito menos desistir das suas apostas na capital do Alentejo.

O futuro centro comercial Évora Retail Park conheceu esta semana desenvolvimentos, com a entrada em fase de consulta pública do Estudo de Impacte Ambiental.
Segundo o documento, estão previstos dois blocos comerciais, ocupando uma área total de 81 mil metros quadrados.
O Évora Retail Park vai ter um total de 15 lojas e 760 lugares de estacionamento, sendo o Hipermercado Feira Nova a empresa âncora.
O novo centro comercial promete captar investimento privado para o concelho, estimando criar 215 novos postos de trabalho directos.
O projecto vai nascer na Quinta do Vale Vazios, na freguesia da Malagueira, junto à estrada nacional 114.

Notícia de Outubro de 2007

 

17-mai-2007
O centro comercial previsto para a freguesia da Horta das Figueiras, em Évora, tem novos avanços, sendo que entrou recentemente em fase de consulta pública o seu Estudo de Impacte Ambiental.
Segundo o documento, o Figueiras Retail Park terá capacidade para 1000 lugares de estacionamento, sendo 740 em parque subterrâneo.
Estão previstos restaurantes, um espaço para oficina automóvel, assim como uma zona de eventos e exposições.
O novo centro comercial, que promete 771 postos de trabalho directos, pretende atingir habitantes até 30 minutos do local, num total de 74 mil pessoas.
A abertura do Figueiras Retail Park está prevista para Outubro de 2008, sendo que a empresa promotora pretende iniciar as obras durante o mês de Julho.
A sua localização será junto ao mercado abastecedor, à saída para Beja.

Notícia de Maio de 2007

 

 

Sonae Sierra apresenta o seu projecto de centro comercial e lazer para Évora

  • Novo empreendimento incorporará a actual Galeria Modelo de Évora, reduzindo assim, de forma acentuada, a pressão sobre o comércio local

A  Sonae  Sierra,  especialista  em  centros  comerciais,  tem  em  fase  de  licenciamento  a construção de um novo centro comercial e de lazer na cidade de Évora, empreendimento que representará um investimento previsto de € 60 milhões e a criação de cerca de 1000 postos  de  trabalho,  contribuindo,  de  forma  decisiva,  para  modernizar  e  aumentar  a qualidade da oferta nas áreas do comércio e do lazer em toda a região.

O futuro centro comercial e de lazer da Sonae Sierra resulta do processo de deslocalização e expansão da actual Galeria Modelo de Évora, reduzindo assim, de forma acentuada, a pressão sobre o comércio local.

De facto, do total de  95 lojas previstas para o empreendimento e distribuídas por uma área brutal locável (ABL) de 25.310 m2, apenas 65 lojas serão verdadeiramente novas e o acréscimo de área comercial criado pelo novo centro não deverá ultrapassar os 12.000 m2, muito abaixo das áreas anunciadas por outros operadores para os seus projectos na mesma cidade.

Acresce  que,  no  cumprimento  de  uma  estratégia  fulcral  para  o  sucesso  dos  seus empreendimentos, a Sonae Sierra promoverá ainda, junto dos investidores/lojistas locais, a concessão de condições preferenciais de acesso ao futuro centro comercial e de lazer. A repetirem-se os valores médios verificados noutras localidades, é de crer que também em Évora venhamos a ter 25% a 30% dos lojistas oriundos de projectos locais de investimento, quer através de marcas próprias, quer através de franchisings.

Porque se trata de um projecto assente num profundo estudo de viabilidade económica condição imprescindível a qualquer empreendimento da Sonae Sierra - e no vasto knowhow do seu promotor, o futuro centro comercial e de lazer de Évora constituirá por certo um pólo de atracção não só para as insígnias nacionais e internacionais mais prestigiadas, mas também para muitos novos visitantes das regiões limítrofes, contribuindo assim para aumentar o tráfego de potenciais clientes junto do comércio tradicional do centro da cidade.

Parque Verde com 60.000 m2 e certificação desde a fase de obra

Com abertura ao público prevista para dois anos após a concessão das necessárias licenças de construção, o futuro empreendimento vai ser implantado num terreno com uma área total de  162.000 m2, sendo que a área de implantação do edifício é de 23.500 m2. De salientar que a Sonae Sierra irá submeter a autorização camarária a construção de um Parque Verde com  60.000 m2 na zona circundante do centro, área essa especialmente destinada ao lazer dos visitantes e dos próprios habitantes de Évora.

Possuidora de uma vasta experiência espelhada na detenção de 39 centros comerciais em Portugal, Espanha, Itália, Grécia e Brasil, bem como na gestão de mais de 2 milhões de m2 de área brutal locável (ABL) com mais de 7100 lojistas que atraíram mais de 400 milhões de  visitantes  em  2005,  a  Sonae  Sierra  está  apostada  em  fazer  do  seu  futuro  centro comercial e de lazer de Évora um novo caso de sucesso, oferecendo múltiplas vantagens aos seus potenciais clientes e ao próprio comércio já instalado na região.

Para  tanto,  a  Sonae  Sierra  não  poupará  esforços  no  sentido  de  dotar  o  futuro empreendimento das condições de excelência ao nível da inovação, qualidade, segurança e desempenho ambiental que constituem a imagem de marca dos projectos da empresa.

Daí que o projecto do centro comercial e de lazer de Évora cumpra, desde a fase de concepção, os mais rigorosos critérios de qualidade e respeito pelo ambiente à luz de um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) que assegurará a certificação desde a fase de obra até à fase de operação. Refira-se que o SGA da Sonae Sierra foi recentemente certificado de acordo com a norma ISO 14001:2004, facto que garante vantagens significativas ao novo centro em termos de protecção ambiental e de excelência de serviço, contributos a que os eborenses não ficarão por certo indiferentes.

Notícia de Julho de 2006

 

Cinco projectos que fariam de Évora a capital do comércio a sul de Lisboa, já alguém viu começar alguma obra???

Pois é, assim passa o tempo em Évora...

 

 

publicado por barak às 19:44
link do post | comentar | favorito

VIVACI Beja

Beja, 23 Set (Lusa) - A construção do primeiro grande centro comercial do Baixo Alentejo, o VIVACI Beja, com cerca de 100 lojas, quatro salas de cinema e um supermercado, deverá arrancar até final deste ano, num investimento de 30 milhões de euros.

O centro comercial vai nascer na Estrada das Apolinárias, na zona nordeste de Beja, próximo da rotunda do Itinerário Principal 8, importante via de acesso ao centro da cidade, e deverá abrir em 2010, disse hoje à agência Lusa fonte próxima do promotor do projecto, o Grupo FDO, através da FDO Imobiliária.

Com uma área bruta de construção (ABC) de quase 50 mil metros quadrados e uma área bruta locável (ABL) de 21.340 metros quadrados, o novo espaço comercial terá cerca de 100 lojas, um "multiplex" com quatro salas de cinema, um supermercado, restaurantes e 825 lugares de estacionamento coberto.

Através da Jones Lang La Salle, líder de mercado na área do retail em Portugal, o grupo já comercializou "55 por cento" da ABL, tendo já assegurado a presença de insígnias como Modelo, Worten, Sportzone e Modalfa, do grupo português Sonae, Max Mat, Zippy, Book it e Loop, entre outras lojas de renome internacional.

"Sustentável do ponto de vista socio-económico e urbanístico", o VIVACI Beja, que poderá criar 1.500 postos de trabalho directos e indirectos, "apresenta-se como um centro comercial moderno, adequado à cidade e à sua respectiva área de influência", assegura o grupo FDO.

Fundado em 1980, o grupo FDO tem como principais áreas de negócio os sectores da construção civil e obras públicas, promoção imobiliária, centros comerciais, hotelaria, serviços e parques de estacionamento.

Além fronteiras, o grupo conta com sucursais em França, Espanha, Angola, Marrocos e Polónia.

Em 2007, o grupo FDO apostou na marca própria "VIVACI - Centros Comerciais" para construir dez centros comerciais em Portugal, até 2010.

in Agência LUSA

publicado por barak às 15:43
link do post | comentar | favorito

Évora : Convento de São Bento de Cástris aguarda há mais de 2 anos por um projecto

sbcastris.jpgO Convento de São Bento de Cástris, classificado como Monumento Nacional, aguarda há mais de 2 anos por um projecto que lhe devolva utilidade. A Direcção Regional de Cultura do Alentejo prepara-se para lançar ainda este ano um concurso de ideias para a recuperação do imóvel. “Em função desse concurso de ideias, e também, de um conjunto de valências que nos gostaríamos que o convento pudesse ter, no que diz respeito à fruição cultural, vai constitui-se um júri e depois a proposta que for mais interessante será aprovada”, disse à DianaFm o Director Regional de Cultura do Alentejo. Em carteira estão algumas propostas, segundo José Nascimento, revelando que “mantemos contactos com alguns grupos económicos, que pretendem instalar hotéis de luxo”. O mesmo responsável disse que a Universidade de Évora também está interessada no imóvel, adiantando que “a academia mostrou interesse no convento para instalar um Centro de Ciência e Tecnologia e os cursos de doutoramento”, revelou. O Convento de São Bento de Cástris, construído no século XIV, foi deixado ao abandonado pelo Estado em 2005, quando a Secção Masculina da Casa Pia de Évora, mudou de instalações.

in Diana FM

publicado por barak às 15:33
link do post | comentar | favorito

Horta das Figueiras

Vou hoje falar da Rua Horta das Figueiras e adjacentes.

Como sabem, chamam a esta área a "Zona Indústrial da Horta das Figueiras" mas de indústrial não tem nada, é uma grande zona comercial,isso sim, com grandes superfícies, serviços e pequeno comércio.

Hoje em dia, a Rua Horta das Figueiras pode considerar-se até mais importante em termos comerciais do que o centro histórico, devido à concentração de espaços ali existentes.

Os problemas desta área comercial tão importante são sobretudo de trânsito, estacionamento e arranjo dos espaços públicos.

O trânsito é caótico a qualquer hora do dia, não só pelo movimento gerado pelo comércio mas também porque esta via serve de ponto de passagem entre o sul e o norte da cidade. Os cruzamentos precisam de sinalização semafórica urgentemente e é preciso abrir com brevidade uma via que ligue a zona indústrial à zona norte da cidade, uma espécie de variante à Horta das Figueiras.

Quanto ao estacionamento, muitas das superfícies comerciais têm parques próprios, mas verifica-se um estacionamento selvagem por cima dos passeios, impedindo os peões de circular em segurança. O estacionamento deveria ser por isso regulado, organizado e deveria ser criado mais parqueamento.

No que respeita aos espaços públicos, este necessitam de intervenção urgente para melhorar o aspecto daquela zona, uma vez que ao fim de semana, com o comércio do centro fechado, a população eborense desloca-se a esta zona para fazer compras. Aliás, como não existe um shopping em Évora, esta área funciona um pouco como um shopping a céu aberto,pois a maioria do comércio está aberto todos os dias.

A câmara devia prestar atenção a esta importante zona económica da cidade e resolver estas questões...

publicado por barak às 14:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

Câmara de Évora investe em parque escolar

A comunidade educativa assistiu esta semana, num clima de festa e entusiasmo, à inauguração de três novas cantinas situadas nas escolas do primeiro ciclo do Ensino Básico dos bairros da Comenda, Chafariz d’ el Rei e Heróis do Ultramar.

Tratou-se da construção de três novos edifícios polivalentes/refeitório com copa, instalações sanitárias e respectivos equipamento e materiais, tendo sido igualmente realizadas pinturas e limpeza de coberturas no espaço escolar.
Uma aspiração há muito sentida pela comunidade, que só agora foi possível concretizar, justificando-se plenamente, como considerou o Presidente da Câmara Municipal, pois “o investimento que se faz em prol da Educação, do bem estar das nossas crianças é sempre investimento com retorno”, formulando votos para que estes equipamentos tragam melhores condições de funcionamento e que todos se sintam mais felizes na sua fruição.

Recorde-se que estas crianças tinham de sair diariamente do recinto escolar e deslocar-se até outro local onde efectuavam as suas refeições, situação que agora ficou totalmente resolvida.
Canções, declamação de poemas e muita alegria foram parte significativa da inauguração, onde os familiares dos alunos fizeram questão de marcar presença para apreciar a qualidade dos novos espaços e celebrar também esta mais valia disponibilizada.

Estes espaços são polivalentes e apesar de servirem essencialmente para as refeições, estão em simultâneo aptos a diversas outras funções, nomeadamente festas e actividades de prolongamento de horário.
“Estas intervenções significaram muito dinheiro, mas o importante é o resultado e ele gerou melhores condições de funcionamento das escolas, por isso todos ficámos mais satisfeitos”, afirmou o Presidente da edilidade eborense, José Ernesto d’ Oliveira, sublinhando a continuação do trabalho camarário e empenho em prol de um ensino cada vez melhor.

in "Jornal das Freguesias"

publicado por barak às 13:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Se eu fosse presidente da...

. Évora: Pais e alunos cont...

. Paulo Macedo garante anal...

. Polémica: Autarca de Évo...

. M'ar de arAqueduto. Uma e...

. Requalificação do IP8 e I...

. Évora renegociou contrato...

. Alentejo tem novo canal d...

. Évora: Embraer amplia áre...

. FAM - PCP culpa PS por mu...

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Janeiro 2014

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds